“No dia da Assunção da Rainha dos Anjos e Senhora nossa, quis o Senhor fazer-me esta graça: numa visão representou-me a sua subida ao Céu, a alegria e solenidade com que foi recebida e lugar onde está. Dizer como foi isto, eu não o saberia. Foi grandíssimo o deleite que o meu espírito teve de ver tanta glória. Causou isto em mim grandes efeitos e tirei de proveito ficar com mais e maiores desejos de passar grandes trabalhos e de servir a esta Senhora pois tanto mereceu.

Nossa Senhora estava linda! Vestida de branco com grandíssimo esplendor! O glorioso São José, pareceu-me como sempre, simpático, modesto e em silêncio, mas observei a sua presença, exatamente como nas imagens que costumamos ver. Ficaram um pouco comigo e depois os vi subir ao Céu, acompanhados por grande multidão de Anjos. Tudo maravilhoso e encantador. Fiquei muito enlevada e recolhida em oração, como se estivesse fora de mim, sem me poder mover, nem falar, por algum tempo” (Santa Teresa de Jesus, Livro da Vida, 39, 26).