Oração Inicial
Santa Teresa de Jesus, glória da Igreja e do Carmelo, que ensinastes a grande ciência da oração, ficai conosco em cada dia desta novena que fazemos em vosso louvor. Ensinai-nos o caminho da oração, da intimidade com Deus. Ajudai-nos a praticar as virtudes, atendei os pedidos que fazemos, com toda confiança, pela Santa Igreja, pelas nossas famílias, por toda a humanidade e agradecemos confiantes vossa proteção.

Santa Teresa de Jesus, Mestra do amor, da oração,
Mostrai o caminho que conduz ao Senhor à Salvação.

3° Dia: Amor Silencioso
O amor exige silêncio e solidão, pois, não é possível ouvir a voz do Senhor no barulho; silenciar as coisas é difícil, silenciar a si mesmo é ainda mais difícil, porém, não é impossível, basta ter uma determinada determinação. A oração constitui uma atitude de docilidade, feita de silêncio amoroso na qual o coração de Deus e do homem fundem-se realizando uma união misteriosa, por mais que estejamos sempre em oração, faz-se necessário um momento para se unir ao Amado, pois, quanto maior o amor, maior será a fidelidade ao encontro com quem se ama. Teresa de Jesus, com sua experiência, nos ensina em que consiste a oração e como se deve permanecer tranquilos diante das dificuldades que se encontra no percurso em direção ao Amado.
“Só quero que estejais cientes disto: para ter benefício neste caminho e subir às moradas que desejamos, o importante não é pensar muito, mas amar muito. E, assim, deveis fazer o que mais vos despertar o amor. É possível que não saibamos o que é amar; isso não me espantaria muito, porque o amor não está no maior gosto, mas na maior determinação de desejar contentar a Deus, em procurar, na medida do possível, não ofendê-Lo e em pedir-Lhe o aumento contínuo da honra e glória de Seu Filho, bem como a prosperidade da Igreja Católica. São esses os sinais do amor, e não penseis que a oração consista em fixar o pensamento num só ponto, nem que tudo estará perdido se vos distrairdes um pouco”. (4 M 1,7)

Pai Nosso, Ave Maria, Glória ao Pai.

Oração final
Ó Deus, que pelo Espírito Santo fizestes surgir santa Teresa, para recordar à Igreja o caminho da perfeição, dai-nos encontrar sempre alimento em sua doutrina celeste e sentir em nós o desejo da verdadeira santidade. Por nosso Senhor Jesus Cristo vosso Filho na unidade do Espírito Santo. Amém.

Pai Nosso, Ave Maria, Glória ao Pai. Rogai por nós Santa Madre Teresa de Jesus.
Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Fonte: Carmelo Trindade