MT.5

Por Frei Patrício Sciadini, OCD.

Hoje, 14 de novembro o Carmelo celebra a festa de todos os seus santos, daqueles que estão no PARAÍSO, e aqui na Terra, viveram a espiritualidade carmelitana

que contempla Elias profeta, 
fixa o seu olhar na Virgem MARIA, irmã e mãe,
coloca no centro do CORAÇÃO, JESUS,
e vive na adoração silenciosa plena de AMOR,
pela SANTÍSSIMA TRINDADE.

Bela é a vocação do Carmelo,
um jardim FLORIDO de santos que perfuma
a Igreja e o mundo com o incenso da oração,
que são FERMENTO, SAL, LUZ que no CORAÇÃO
da Igreja vivem o AMOR.

QUEM SÃO, QUANTOS SÃO?

São freis, monjas, ordem secular
amigos anônimos, “buscadores” de Deus, seguem os passos de uma Teresa D’Ávila, de um João da Cruz, de uma Elisabeth ou da pequena Teresa, ou de um Lourenço da Ressurreição…

É a HORA do Carmelo, poucas palavras, muita oração para que o mundo ame DEUS,

a oração do Carmelo deve sustentar os missionários que anunciam o Evangelho nas fronteiras, abrem o CORAÇÃO e acolhem os últimos no AMOR de Jesus. 

Os santos do Carmelo nos recordam
que tudo é grande
quando é feito com AMOR
e que um ato de puro AMOR
vale mais que todas as obras.

Peçamos aos santos do Carmelo que ajudem a viver o AMOR e que do céu façam chover nos desertos existenciais do egoísmo, da indiferença, do individualismo, a doce chuva do AMOR e fazer florescer a paz, a solidariedade, a caridade que rompe os muros do ódio. 

ORAÇÃO: MARIA, RAINHA, MÃE, IRMÃ do Carmelo, toma-nos pela mão e leva-nos JUNTOS e a todos ao PARAÍSO. AMÉM.