Neste dia 30 de março de 2020, faleceu o Frei Raffaele Amendolagine, OCD, filho dos Servos de Deus, Lélia Cossidente e Ulisses Amendolagine (OCDS).

Frei Rafael Amendolagine é filho dos Servos de Deus, Ulisses e Lélia, que estão em processo de beatificação, desde 18 de junho de 2004, sendo que a fase diocesana já foi concluída, em 24 de maio de 2011. Ela, a mãe, participava da Confraria do Escapulário, e ele, o pai, era membro da OCDS.

Frei Rafael Amendolagine, com mais de 60 anos de sacerdócio, era membro da Província de São José (Itália Central) e morava em Roma, no convento da Paróquia Santa Maria della Vittoria (http://www.chiesasantamariavittoriaroma.it/32/325.aspx).

Ele gostava de utilizar os recursos da internet para a evangelização e, no Facebook, era amigo do Carlos Vargas, nosso presidente da Província Nossa Senhora do Carmo (https://www.facebook.com/raffaele.amendolagine).

Frei Rafael mantinha páginas no Facebook, Twitter e YouTube, sempre focando na evangelização com suas mensagens e reflexões, lembrando os santos carmelitas e seus saudosos pais:

Ele também trabalhou em um projeto de áudiobooks católicos da sua província carmelita, como uma forma de caridade para aqueles que não podem ler: https://www.carmelitanicentroitalia.it/video-e-audio/audio/audio-per-non-vedenti/

Frei Rafael Amendolagine também divulgou um piedoso terço da Divina Misericórdia para crianças: https://www.oasidiengaddi.it/coroncina-della-divina-misericordia-per-i-bambini_p-raffaele-amendolagine-o-c-d-_/

Uma curiosidade para nós, brasileiros: Frei Rafael foi professor de matemática, física e química do Frei Pierino Orlandini, missionário carmelita descalço que atua, há décadas, em nosso país, na Província São José (OCD).

Acima de tudo, Frei Rafael está muito ligado espiritualmente a seus pais, Ulisses (1893-1969) e Lélia (1893-1951), exemplo de casal que soube viver a espiritualidade carmelita. Para nós, Carmelitas Descalços Seculares, é muito importante cultivar esses exemplos de santidade.

O casal teve cinco filhos. Destes, um faleceu precocemente e dois foram sacerdotes: Frei Rafael e seu irmão, Monsenhor Roberto Amendolagine (1934-2008):

http://www.reginamundi.info/sacerdoti/amendolagine.asp

Na Itália, já foram publicados livros sobre esse casal admirável: “Lelia e Ulisse. Diario di vita di una coppia cristiana” (Angelo Montonati, San Paolo Edizioni, 2002) e “Lelia e Ulisse Amendolagine: Una famiglia guidata dal Vangelo” (Pasquale, 2013, ELLEDICI – VELAR).

O Giovani Carvalho (OCDS), meu confrade na Academia Brasileira de Hagiologia (ABRHAGI), publicou um resumo biográfico deste casal com fama de santidade na Revista Monte Carmelo (Província São José) e em seu blog sobre Santos, Beatos, Veneráveis e Servos de Deus: http://www.santosebeatoscatolicos.com/2014/01/servos-de-deus-ulisses-amendolagine.html?m=1

O Presidente da ABRHAGI, Luciano Dídimo (OCDS), havia publicado um texto no Blog dos Casais Carmelitas, divulgando este casal carmelita: http://casaiscarmelitas.blogspot.com/2009/04/servos-de-deus-lelia-e-ulisses.html

Se alguém quiser conhecer mais sobre Lélia e Ulisses Amendolagine, indicamos alguns links abaixo de textos em outros idiomas:

https://zenit.org/articles/beatification-process-under-way-for-roman-couple/

http://www.aggancio.it/2013/07/ulisse-amendolagine-e-lelia-cossidente/

http://www.cattoliciromani.com/17-storia-della-chiesa-e-agiografia/56114-servi-di-dio-ulisse-amendolagine-e-lelia-cossidente

http://www.brindisireport.it/attualita/morto-padre-raffaele-amendolagine-santuario-madonna-jaddico-brindisi.html

http://www.santiebeati.it/dettaglio/92084

Abaixo, segue o link do discurso de abertura do processo diocesano: http://www.webdiocesi.chiesacattolica.it/pls/cci_dioc_new/bd_edit_doc_dioc.edit_documento?p_id=903306&id_pagina=&rifi=&rifp=&vis=1

Finalmente, indico um vídeo feito pelo próprio Frei Rafael Amendolagine sobre a espiritualidade de seus pais, Lélia e Ulisses:


⛪ Que o Frei Rafael Amendolagine descanse em Paz e a Luz Perpétua o ilumine.🕯

Autor desta pesquisa: Carlos Vargas (OCDS).

P.S. Agradecemos a presidente da Província São José, Rose Lemos (OCDS), que foi a primeira a nos encaminhar a notícia.