“Tu sabes bem, meu único martírio é teu amor, Coração Sagrado de Jesus!” (Santa Teresinha do Menino Jesus)

“A cadeia de montanhas do Carmelo na Palestina é famosa pela sua vegetação exuberante e a Ordem do Carmelo Descalço, espalhada pelo mundo, é famosa pelos seus belos jardins cuidados carinhosamente pelas irmãs carmelitas. Toda essa beleza da flora é símbolo de uma realidade ainda mais bela, que é a espiritualidade do Carmelo, a qual é atualizada e vivida em cada célula deste Corpo Místico, cuja cabeça é Cristo e cujo Coração é o Coração do mesmo Cristo. 

Nesta vivência mística da oração meditada, no silêncio do Carmelo escuta-se o Coração de Cristo pulsando. O Monte Carmelo, na sua pobreza e simplicidade, se ergue sem que nada o possa abalar, pois sua base é a própria vitória de Cristo sobre a morte e sobre todas as forças contrárias à vida humana. No Carmelo, parece que o pulsar do Coração divino tem outro som, ainda mais puro e inspirador do que em qualquer outro lugar.

Assim como as idas e vindas do sangue pelo corpo humano, em sístole e diástole, assim também o amor de Cristo, que procede do Pai e nos chega pelo Espírito Santo, é transmitido para cada uma dessas células do Corpo de Cristo. Nós, forças vivas da Igreja, somos esse Corpo. Cristo vive em nós, especialmente pela comunhão eucarística. O amor de Cristo, que pulsa em seu Sagrado Coração, precisa do nosso amor, tão frágil, para ser testemunhado e vivificado em um mundo carente de Deus.

No Carmelo, este Sangue divino, impulsionado pelo Coração de Jesus, oxigenado pelo Espírito Santo, passa pelas células vivas da comunidade carmelitana. No Carmelo, o Coração de Jesus bate unido misteriosa e espiritualmente com as batidas cardíacas e com o ritmo de oração de cada um dos vocacionados, postulantes, noviços, irmãs, irmãos, seminaristas, freis, sacerdotes e, por último e não menos importante, com os carmelitas seculares, em comunhão com toda a Igreja.

Concluímos esta meditação orante, apoiando-nos em nossos escapulários e clamando à Virgem Maria do Monte Carmelo, nossa Estrela-Guia nesta caminhada carmelita, que interceda por nós junto ao Sagrado Coração de Jesus para que tenhamos humildade e coragem de sermos fiéis discípulos e missionários cristãos, perseverantes em nossa santa vocação sem desanimar até alcançarmos a plena união com nosso Deus, que é Pai, Filho e Espírito Santo. Amém. “

Carlos e Adineia Vargas, ocds.

Publicado originalmente na Revista Mensageiro de Santa Teresinha.