SANTO ELIAS, PROFETA E PAI DOS CARMELITAS

Santo Elias carmen06.jpg

Gládio e Fogo

Seu nome, que significa “o Senhor é meu Deus”, aparece de forma abrupta na História do Reino de Israel, e já com um brilho prodigioso: “Suas palavras queimavam como uma rocha ardente. Elias, o profeta, levantou- se logo como um fogo” (Ecle 48, 1-10).

Sabe-se que ele nasceu em torno do ano 900 a.C. em Tesba de Galaad, junto à fronteira do país dos amonitas (atual Jordânia). “Quando Elias estava para nascer, seu pai Sabacha viu-o saudado por alvos anjos, envolvido por faixas de fogo e alimentado com chamas. Tendo ido a Jerusalém, relatou [no templo] a visão, e o oráculo lhe disse que não temesse, pois aquele que ia nascer habitaria na luz, suas palavras seriam sentença segura e julgaria Israel com gládio e fogo” (Doroteu, Sto. Epifânio e Metafrates, apud Cornelio a Lápide, Comentários ao Livro 1º dos Reis, cap. 17).

Sua vida foi repleta de aspectos extraordinários. Numerosos autores lhe atribuem a virgindade perpétua, embora essa virtude fosse rara em seu tempo. O famoso exegeta Cornélio a Lápide lhe confere, logo no início de seus comentários, a santidade, austeridade e inocência de vida. Mostra, depois, como o profeta se tornou fundador da vida monástica e eremítica, ao retirar-se para o Monte Carmelo, onde se dedicou à contemplação, reunindo Eliseu e vários discípulos.

A nuvenzinha e a Mãe de Deus

Entre Elias, sua missão e os lugares onde viveu existe uma bela harmonia, muito bem ressaltada pelo autor do Livro dos Reis. E um dos méritos do escritor inspirado é o de fazer sentir esse acordo profundo. Carit evoca o espírito eremítico de Elias; o Horeb, sua intimidade com Deus; Sarepta, seu espírito de obediência ao Senhor e sua prudência.

O Carmelo, a montanha da renovação da Aliança de Deus com seu povo, recorda seu zelo pela glória do Altíssimo e sua fé inquebrantável. Carmelo é um nome derivado do hebraico Karem, que significa jardim ou pomar e vinha do Senhor. Era o local apropriado para Elias rogar fervorosamente a Deus pela chuva. Logo após o confronto com os 450 “profetas” de Baal, Elias subiu ao cimo desse monte e orou a Deus. Por sete vezes mandou seu servo olhar para as bandas do mar, para verificar se havia sinal de chuva. “Na sétima vez o servo respondeu: ‘Eis que sobe do mar uma pequena nuvem, do tamanho da palma da mão’ (…) Num instante, o céu se cobriu de nuvens negras, soprou o vento e a chuva caiu torrencialmente” (1Reis 18, 42-45).

Deus ouvira novamente o santo profeta: “A oração fervorosa do justo tem grande poder” (Catecismo da Igreja Católica, nº 2582).

Segundo uma longa tradição na Igreja, aquela “nuvenzinha”, prenunciadora da chuva, prefigurava a Santíssima Virgem. No Novo Testamento, Ela faria “chover sobre a humanidade” o Redentor, e, depois, as graças obtidas por sua intercessão. O profeta Elias é considerado seu primeiro devoto.

 Solenidade de Santo Elias

20 de julho:

SOLENIDADE DE SANTO ELIAS PROFETA, PAI E INSPIRADOR DA ORDEM CARMELITA.

ORAÇÃO PARA TODOS OS DIAS
Deus Todo-Poderoso e eterno, que concedeste a teu profeta Elias, nosso Pai, viver em tua presença e arder pelo zelo de tua glória, concede-nos buscar sempre teu rosto e ser no mundo testemunhas de teu amor. Amém.

MEDITAÇÃO:
Elias, o homem da reconstrução da vida comunitária.
Elias reconstruiu o altar com doze pedras, símbolo da reconstrução das doze tribos (1R 18,30-32). A organização em tribos representava a nova maneira fraterna de conviver, diferente do jeito de viver no sistema do Faraó. É aqui também que se situa o centro da esperança do povo pelo retorno do Profeta Elias. Tanto o Antigo Testamento como o Novo Testamento, ambos eles esperam que Elias volte para “reconduzir o coração dos pais para os filhos e o coração dos filhos para os pais” (Ml 3,23-24; Eclo 48,10; Lc 1,17). A preocupação com a reconstrução da Vida Comunitária é o outro lado do desejo de contemplar e revelar o rosto de Deus como Javé. O que caracteriza a experiência de Deus na história do povo hebreu é a igualdade dos dois mandamentos: amar a Deus e amar ao próximo (Lc 10,27; Mt 7,12). Deus se revela como Pai, o Deus de todos. A expressão humana desta fé em Deus como Pai é a organização da vida em comunidade. Uma comunidade dividida é a negação desta fé. Ela esconde o rosto de Deus.

Elias, o homem do fogo do Espírito
“O profeta Elias surgiu como um fogo, sua palavra queimava como uma tocha” (Eclo 48,1). “Por três vezes fez descer o fogo do céu” (Eclo 48,3).
No fim da sua vida ele foi “arrebatado num turbilhão de fogo, num carro puxado por cavalos de fogo” (Eclo 48,9).
O fogo é expressão da ação do Espírito (cf At 2,3-4). Elias passou a ser conhecido como o homem disponível para Deus que já não se pertencia. Deus podia dispor dele e arrebatá-lo como e quando quisesse (1Rs 18,12; 2Rs 2,3.5).
O próprio Deus passou a ser conhecido como o “Deus de Elias” (2Rs 2,14). Eliseu pediu: “Que me seja dada uma dupla porção do teu Espírito” (2Rs 2,9). O Espírito de Elias repousou sobre Eliseu, seu sucessor (2Rs 2,15). Os discípulos o reconheceram quando Eliseu, usando a capa de Elias, separou as águas do rio Jordão (2Rs 2,14). Elias, o homem do fogo do Espírito! A Regra do Carmo une Palavra e Espírito quando diz: “Que a espada do Espírito, que é a Palavra de Deus, habite abundantemente em sua boca e em seu coração, e tudo que vocês tiverem de fazer, seja feito na Palavra do Senhor” (Rc 19). Ela deseja para nós a “bênção do Espírito Santo” (Rc 1). Que o povo possa dizer de nós: “O espírito de Elias repousa sobre eles” (cf. 2Rs 2,15)

LADAINHA IV
Senhor tende piedade de nós,
Jesus Cristo tende piedade de nós,
Senhor tende piedade de nós,

Deus Pai do Céu tende piedade de nós
Deus Filho Redentor do mundo tende piedade de nós
Deus Espírito Santo tende piedade de nós
Santíssima Trindade que sois um só Deus tende piedade de nós

Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós
Santa Maria, Mãe dos Carmelitas,
Santa Maria, Rainha dos profetas,
Santa Maria, honra e esplendor do Monte Carmelo,
São José, Patrono do Carmelo,

Santo Elias, Patriarca do Carmelo,
S. Elias, arauto da onipotência e da misericórdia divinas,
S. Elias, modelo dos monges,
S. Elias, honrado com a divina amizade,
S. Elias, homem de Deus,
S. Elias, pai e mestre dos profetas,
S. Elias, ponte entre as duas Alianças,
S. Elias, cuja missão foi continuada na palavra de João Batista,
S. Elias, que aparecestes com Moisés na Transfiguração no Monte Tabor,
S. Elias, conversastes com o Filho de Deus sobre a sua Páscoa,
S. Elias, que atestais o cumprimento da Lei e dos Profetas,
S. Elias, cuja tenda está no Céu,
S. Elias, profeta e testemunha da nova Aliança,
S. Elias, invocado por Jesus crucificado em sua agonia,
S. Elias, padroeiro dos órfãos e das viúvas,
S. Elias, patrono dos agonizantes,
S. Elias, punidor o pecado,
S. Elias, destruidor dos orgulhosos,
S. Elias, que ouvis o gemido dos sofredores,
S. Elias, que preservais intactos os ditos do Senhor,
S. Elias, que preparais o mundo para o juízo,
S. Elias, que purificais os corações com o fogo,
S. Elias, modelo de oração perseverante,
S. Elias, precursor do Messias,
S. Elias, que empurrais os tiranos à ruína,
S. Elias, sumo sacerdote e libertador,
S. Elias, guarda da pureza da lei de Moisés,
S. Elias, destruidor dos ídolos e demônios,
S. Elias, espelho da vida monástica,
S. Elias, fundador de uma nação Santa,
S. Elias, mestre dos Santos,
S. Elias, lutador contra o Anticristo,
S. Elias, indicado por s. Tiago como um exemplo de fé,
S. Elias, esperança do novo Israel,
S. Elias, esperança da Igreja a caminho,
S. Elias, estrela do coro dos profetas,
S. Elias, Pai e inspirador da Ordem do Carmo,

Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, perdoai-nos Senhor
Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, ouvi-nos Senhor
Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, tende misericórdia de nós

V. Rogai por nós, santo Pai Elias.
R. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos: Deus eterno e todo-poderoso, que concedestes ao bem-aventurado Elias, vosso profeta e nosso pai, a graça de viver na vossa presença e de se inflamar de zelo pela vossa glória, fazei que, procurando sempre a vossa presença, nos tornemos testemunhas do vosso amor. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo. Amem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s